Assessores de Palitot verificam demandas na UPA Leste

Tempo de leitura: 1 minuto

Na tarde desta segunda-feira (16), o Professor Aleks Palitot solicitou ao seu Gabinete que fosse verificar informações repassadas acerca da falta de médicos na Unidade de Pronto Atendimento da Avenida Mamoré (UPA Leste).

Ao chegar no local a equipe constatou que crianças não foram atendidas por não haver médicos para as demandas básicas (pulseira verde). Conversaram com duas mães que aguardavam na esperança de serem acolhidas com seus respectivos filhos. “Desde ontem que tento uma consulta e não consigo. Falam que não tem médico”, conta Raquel Silva.

Procurados pelos assessores a direção informou que atualmente a unidade conta com 24 médicos em seu quadro de servidores, porém as escalas são divididas não de forma uniforme. Segundo repassado, na escala da segunda haviam cinco médicos pela manhã, mas apenas dois no período da tarde.

Como a Upa é uma unidade de urgência e emergência, os dois médicos presentes estavam disponíveis para o atendimento de urgência e emergência (pulseiras amarelas e vermelhas), explica a diretora da unidade. Segundo a direção, atendimentos de pouca complexidade, como o caso das crianças, eram encaminhados para o José Adelino ou Cosme e Damião.

Um pedido de providência foi elaborado solicitando o adequamento do quadro de plantonistas para as unidades e a contratação de mais profissionais da saúde (médicos e enfermeiros), pedido já realizado reiteradas vezes pelo Professor Aleks Palitot que entende a relevância destes profissionais para a população como maior do que de assessores comissionados na prefeitura.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.