Como Professor

A Pérola do Mamoré, sua história e seus pioneiros

A Pérola do Mamoré, sua história e seus pioneiros

Até os anos finais do século XIX, Guajará-Mirim constituía-se apenas de alguns seringais, sem nenhuma povoação que chamasse a atenção. Com a construção da Ferrovia Madeira-Mamoré teve início a formação de um núcleo urbano a partir do ponto final da estrada de ferro. O nome Guajará-Mirim em dialeto indígena local significa “Cachoeira Pequena” (FERREIRA. 2005). Outra versão ao nome é citada por MENEZES (1983), na etimologia da palavra gua significa Cachoeira, jara seria sereia e mirim pequena em Tupi. Mas temos outras versões, citadas pelos Continue lendo

A DECADÊNCIA DO CICLO DA BORRACHA

A DECADÊNCIA DO CICLO DA BORRACHA

Em 1876, quando o ciclo da borracha ainda iniciava sua fase de progressiva expansão, uma medida decisiva, que no futuro próximo aniquilaria a economia do Estado, tinha sido levada a cabo: o contrabando de sementes de seringueira para a Inglaterra e, daí, para suas colônias na Ásia, onde seriam cultivadas. Tal empresa foi concebida e realizada pelo botânico inglês, Sir Henry Wickhman, que embarcou clandestinamente cerca de 70 mil sementes para a Inglaterra, onde foram cutivadas experimentalmente em estufa. Dentre essas, vingaram 7.000 mudas, as Continue lendo

O IMPERIALISMO CULTURAL NA AMÉRICA LATINA

O IMPERIALISMO CULTURAL NA AMÉRICA LATINA

Há dois lados no capitalismo internacional: um em que alguns países especializam-se em ganhar, e outro em que se especializaram em perder. A comarca do mundo, que hoje se chama América Latina, foi precoce: especializou-se em perder desde os remotos tempos em que os europeus do Renascimento se abalançaram pelo mar e fincaram os dentes em sua garganta. Passaram-se  séculos e a América Latina aperfeiçoou suas funções. Este já não é o reino das maravilhas, onde a realidade derrotava a fábula e a imaginação era Continue lendo

RONDON: O GRANDE CHEFE

RONDON: O GRANDE CHEFE

“Rondon, esta alma forte que se interna pelo sertão, na sublime missão de assistir o selvagem”. Paul Claudel Marechal Rondon ao lado de Aluízio Pinheiro Ferreira “A tradição viva da verdade militante é que há de ser o Homero de vossas glórias”. Rui Barbosa         Palavras parecem não ser suficientes para narrar a epopeia de um homem cidadão do mundo amazônico, que árdua missão assumiu para integrar este canto do mundo ao Brasil. São os “fios da história” que levarão ao povo brasileiro Continue lendo

A EXPEDIÇÃO CIENTÍFICA ROOSEVELT-RONDON

A EXPEDIÇÃO CIENTÍFICA ROOSEVELT-RONDON

Expedição Roosevelt-Rondon em 1914 – Rio da Dúvida O Governo Federal, na gestão do presidente Rodrigues Alves, fez publicar o edital de concorrência para a construção da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, no ano de 1905, ocasião em que se vislumbrou, ainda, a necessidade, de, também, construir uma linha telegráfica interligando o Rio de Janeiro, então capital da República, a localidade de Santo Antônio do Rio Madeira, sede inicial das obras da estrada, de forma a abranger toda a região oeste do país, ainda sub povoada Continue lendo

História de Rondônia, uma aula show

História de Rondônia, uma aula show

O programa de televisão Trilhando a História completa cinco anos de atuação, na busca de resgatar parte da história, memória e cultura de Rondônia e da Amazônia. Nesses anos foram gravados mais de trezentos programas, e boa parte das matérias filmadas no Estado de Rondônia, que comprovadamente é uma unidade federativa, que têm muita história ainda a ser contada, e também muito potencial turístico pelas belezas naturais e sua cultura. Pensando nisso, o Professor Aleks Palitot, com a experiência adquirida nas gravações do Trilhando a Continue lendo

Por que e para quê História?

Por que e para quê História?

São várias as evidências da atual avidez pelo conhecimento histórico. Em outras palavras, a História está na moda! Filmes, séries televisivas, revistas de ampla divulgação, obras de caráter biográfico e temático são algumas das expressões que atestam a receptividade que a produção de cunho histórico vem obtendo no universo sociocultural brasileiro. Em Rondônia não é diferente, temos grandes historiadores com formação acadêmica, grandes pesquisadores da memória de nosso Estado e da Amazônia, que lutam paulatinamente para fazer ciência, historiadores como: Antônio Claudio Rabelo, Dante Foncesa, Continue lendo

A sala de aula é o mundo

A sala de aula é o mundo

Expedição Machu Picchu Objetivo 2013 O que define o ser humano é o tempo. Ele é o espelho dos dias. Sempre haverá dois caminhos a serem escolhidos, isso é que torna a existência humana desafiadora. Esses dois caminhos muitas vezes se transformam em labirintos intermináveis. As provações fazem parte da grande aventura de viver. Em mais uma edição da Expedição Machu Picchu Objetivo, ex alunos do colégio partiram para mais uma aventura com o professor e historiador Aleks Palitot, com destino ao país Peru. Os Continue lendo