Aleks Palitot aprova Dia Municipal do Demolay

Proposto pelo Professor Aleks Palitot, o projeto de Lei nº 3.699/2018, fixa o dia 18 de março como o Dia do Demolay, em Porto Velho. A propositura é uma homenagem a Ordem Juvenil para maçônica que leva o mesmo nome de seu patrono, Jacques Demolay, a qual é reconhecida pelos relevantes serviços assistenciais e filantrópicos prestados à população portovelhense.

A lei que entrou em vigor em 02 de abril, após aprovação da Câmara Municipal e sancionada pelo Prefeito altera o artigo 2º da Lei 1.564 de 08 de Janeiro de 2004, proposta pelo então à época vereador, Emerson Castro.

De acordo com Palitot, “seu projeto corrige uma falha, trazendo data a de comemoração para o mesmo período em que se comemora a morte de Jacques Demolay”, conta o Professor.  Fundada em março de 1919 pelo Maçom Frank Sherman, a Ordem Demolay dissemina princípios filosóficos, fraternais e filantrópicos para jovens do sexo masculino com idade entre 12 e 21 anos.

O nobre francês Jaques Demolay, o ultimo grão mestre da Ordem dos Templários foi morto em 18 de março de 1314, junto a três de seus preceptores por contestar as falsas acusações de pratica de heresias feitas pela igreja.

Tais acusações eram motivadas pela ambição do Rei Felipe IV e o Papa Clemente V, pelas posses da Ordem dos Templários, uma vez que sendo presos os bens passariam a pertencer ao Estado Francês

Atualmente a Ordem Demolay possui cerca de 4 milhões de membros em todo mundo e estima-se que no Brasil sejam em torno de 200 mil membros distribuídos em mais de setecentos e noventa capítulos.

Levisson Gabriel, Mestre Conselheiro do Capítulo Jorge Teixeira Nº 56 da Ordem Demolay conta que esta homenagem é bastante simbólica ao dedicar a data para uma instituição que auxilia tantos jovens a seguirem em um bom caminho, além de contribuir com projetos filantrópicos.

“Em Abril realizamos o Arrastão da Solidariedade onde foram arrecadados 1, 9 toneladas de alimentos e distribuídos para três instituições, Casa Família Rosetta, lar do Idoso André Luiz e Casa de Apoio Acácia Amarela”, conta Levisson. Além desta ação foi realizada ainda a Filantropia de Páscoa, atendendo mais de 200 crianças com atividades recreativas e entrega de sacolinhas.