MERCADO CENTRAL: Feirantes pedem melhores condições

A atuação do vereador é parabenizada em todos os segmentos e áreas da sociedade, um reconhecimento do seu trabalho

Na manhã desta segunda-feira (11), o vereador Professor Aleks Palitot promoveu uma reunião com feirantes do Mercado Central de Porto Velho e representantes da Emdur, Semisb, Semob e Semusb para tratar de demandas referentes a conservação do lugar que possui grande relevância social para a capital. O secretário da Semdestur, Júlio Cesar Siqueira também esteve presente ao encontro.

Construído na década de setenta o mercado foi revitalizado há cerca de dois anos, porém, necessita de pequenos reparos na sua infraestrutura. A conservação do local, hoje sobre a responsabilidade da Secretária Municipal de Serviços Públicos (Semusb) passa por crise econômica e faltam materiais básicos de limpeza como desinfetante e sabão.

Frequentador assíduo do Mercado, o vereador foi sensibilizado por permissionários que pediram sua intervenção. Durante o encontro desta segunda, Palitot falou que para que fosse solucionada a questão era necessário antes haver a união entre os permissionários e lembrou que as secretarias são conhecedoras dos problemas enfrentados no mercado.

Reparo

Na semana passada ocorreu uma pane elétrica no mercado o que motivou uma ação por parte do vereador. “Esse mercado, depois do Mercado Cultural é o mercado mais antigo da cidade. É um cartão postal, está à frente de EFMM e agora atrás de prefeitura, precisa ser um ambiente condizente com a sua relevância histórica, cultural e social para cidade”, afirmou o vereador.

Durante sua fala o Secretário da Semdestur, Júlio Cesar, ponderou que durante o ano de 2017 a pasta operava com o orçamente equivalente ao do ano anterior, mas que as demandas do mercado serão pautadas para que se possam começar já no início de 2018 os trabalhos, em um dos cartões postais de nossa capital.

Foram feitos dois pedidos de providencias para atender o mercado, o primeiro de Nº 252/CMPV-2017 datado em 02 de fevereiro e o segundo de Nº 3831/CMPV-2017 de dois de junho solicitavam a limpeza interna do teto e quadros da entrada, reparos na iluminação, manutenção e reparo no sistema hidráulico dos banheiros e rede de esgoto.

“Somos uma só prefeitura e cada secretaria fará a sua parte para atender as solicitações. Iremos aguardar as festas de natal e ano novo, período de grande fluxo e comércio e já em janeiro iniciaremos o trabalho, pois o prefeito tem interesse que o mercado fique organizado”, afirmou o secretário.

Feirantes

Sonia Carvalho da Silva, feirante a 23 anos, fala que as condições do mercado não estão boas, principalmente no que se refere a limpeza do ambiente. “Quando nós cobramos da equipe de limpeza, eles argumentam que não tem produtos e só jogam uma água, escorrem e vão embora”, lamenta.

“A situação interna do mercado não está muito legal, estamos nesse momento reunidos com o vereador e representantes da prefeitura justamente questionando essa situação que precisa urgentemente de uma solução”, afirma o feirante Robson Rodrigues. O banheiro de acordo com o permissionário é essencial e é preciso que seja colocada equipe de limpeza. A rede elétrica precisa ser revista, o esgoto e principalmente a questão da segurança que tem afastado muitos clientes.