SEGURANÇA: Universitários procuram Professor Aleks Palitot

Terceira ocorrência do ano, o assalto ao ônibus da Unir e a insegurança no terminal preocupam estudantes

 

O vereador Professor Aleks Palitot recebeu na tarde desta sexta-feira (01) em seu gabinete estudantes da Universidade Federal de Rondônia (Unir) que pediram apoio para que intercedesse junto as autoridades responsáveis por melhorias na segurança e na qualidade dos transportes coletivos que fazem a rota Unir/Centro.

Representantes do Diretório Central de Estudantes (DCE) e acadêmicos de direito procuraram após o ocorrido a assessoria do vereador para pedir sua intervenção. “Temos conversado com a reitoria sobre a situação vivenciada pelos acadêmicos, tanto fora quanto dentro do campus” conta Diego Laercio, do DCE. “A reitoria nos garantiu que irão instalar ainda esse mês o sistema de monitoramento eletrônico, mas a parte externa ainda é uma incógnita”.

Dentre as maiores preocupações dos estudantes estão a falta de iluminação da BR 364 onde boa parte do trecho que leva a universidade está sem iluminação, o ônibus e o terminal. “No ano passado roubaram os fios de cobre que ligavam a rede e desde então a BR se encontra no escuro”, relata Anderson Consta do curso de direito.

Risco

O calendário da Unir irá se estender até o dia 23, período em que os demais centros acadêmicos já estão há algum tempo em recesso e outra preocupação dos estudantes é sobre o terminal que no horário noturno possui pouca movimentação e sem os alunos das demais faculdades ficará praticamente vazio aumentando o risco de ações violentas como furtos, assaltos e até mesmo estupro, ponderam os alunos.

Vários alunos já foram assaltados no terminal mas em muitos casos não são nem registrados Boletins de Ocorrência. Para colaborar com os alunos professores liberam as turmas mais cedo buscando prevenir assaltos.

Porém a ousadia dos vândalos é proporcional as dificuldades vivenciadas pelos estudantes. Na terça-feira (28), uma quadrilha preparou uma emboscada. Dois elementos subiram na parada localizada na Vila Princesa e de forma violenta ameaçaram o motorista para parar o veículo e a cobradora para que passasse o dinheiro das passagens, enquanto de arma em punho recolhiam bolsas, carteiras, cordões e eletrônicos dos passageiros.

Brutalidade

Aqueles que não tinham eram agredidos fisicamente com tapas e coronhadas. Segundo relato da acadêmica de Letras – Libras, Carla Marques, que estava presente no ônibus durante a ação a arma de um dos assaltantes chegou a ser acionada em direção a um aluno que não tinha nada para dar aos bandidos, porém o projeto, por uma intervenção divina não foi disparado, alerta para a gravidade do caso. Após recolherem todo o produto do roubo, os meliantes se evadiram em um carro que dava apoio à dupla.

Na segunda-feira (04) o vereador se reunirá com o Secretário de Segurança e acompanhado de representantes dos estudantes irá solicitar do chefe da pasta uma atenção maior para a situação destes alunos.