Convite da Manhã Maior para o Trilhando

Convite da Manhã Maior para o Trilhando

As gravações do Trilhando a História em São Paulo rendeu depois, uma visita a Rede TV Nacional. Uma recepção impecável por parte dos responsáveis da Rede que nos receberam. Com certeza um destes foi o Diretor Executivo Rogério Simons que nos mostrou toda a estrutura de primeiro mundo da TV, e claro nos contou das novidades que virão na grade de programação de 2010. Foi nessa visita que algo casual aconteceu,pois, conhecemos um dos apresentadores da Rede, do programa Manhã Maior, Arthur Veríssimo, que já Continue lendo

O Grito do Ipiranga

O Grito do Ipiranga

O programa Trilhando a a História conseguiu seu objetivo, gravar no Museu Ipiranga e abordar principalmente sobre o quadro de Pedro Américo, Independência ou Morte produzido entre 1886-88 para comemorar a Independência do Brasil. O quadro é enorme no tamanho e claro na beleza, apesar de claro representar uma visão elistista e positivista da emancipação política do Brasil. Nós gravamos com a especialista no assunto professora doutora Cecília Helena, que com muita propriedade nos falou sobre a pintura e sobre a história do museu.  O Trilhando a Continue lendo

Sucesso nas Gravações do Museu Paulista

Sucesso nas Gravações do Museu Paulista

No dia Internacional do Museu o Trilhando a História chegou a cidade de São Paulo, para gravar uma série de três programas sobre a Independência do Brasil no Museu Ipiranga ( Paulista). As gravações duraram o dia inteiro do dia 17 e a equipe teve toda a ajuda e parceria com a equipe do Museu-USP, que não mediu esforços para prestar toda orientação possível sobre as alas de exposição do monumento. O programa entrevistou a Diretora do Museu, a historiadora Dr. Cecília Helena, que nas sonoras falou sobre Continue lendo

Gravações em Manaus

Gravações em Manaus

O Trilhando a História no final do mês de maio vai a Manaus e a Presidente Figueiredo, dois lugares ricos em história e claro em natureza, o principal foco do programa será o Teatro Amazonas, Zona Franca e as cachoeiras de Figueiredo. O Teatro Amazonas é um belo teatro brasileiro, o segundo maior da Amazônia – superado apenas pelo Teatro da Paz, em Belém). O teatro, inaugurado em 1896, é uma das expressões mais significativas da riqueza criada na região, durante o ciclo da borracha. A história do inicia-se em 1881, quando o deputado A. J. Continue lendo

O Grito do Ipiranga

O Grito do Ipiranga

“INDEPENDÊNCIA OU MORTE” ou “O Grito do Ipiranga” de Pedro Américo (óleo sobre tela, 1888). O quadro feito em 1888, atualmente no salão nobre do Museu Paulista da USP, é a principal obra do museu e a mais divulgada de Pedro Américo. O nome original dessa tela é “Independência ou Morte” mas ficou conhecida como “O Grito do Ipiranga”.  A tela mede 7,60 x 4,15 m, tratando-se de uma tela retangular que representa a cena de Dom Pedro I proclamando a independência do Brasil. Na Continue lendo

Bairro Caiarí

Bairro Caiarí

O Trilhando a História de hoje vai visitar as Igrejas antigas de Porto Velho, mostrando a importante atuação da Igreja na ocupação da região no início na história da cidade. Depois visitamos o Restaurante San Genaro, uma verdadeira cantina italiana situada na rua Duque de Caxias com Rogério Weber, em um bairro tradicional da cidade, o Caiarí. O Restaurante é maravilhoso, indicamos o prato da casa denominado San Genaro. O Lugar além de uma culinária perfeita, possui uma arquitetura antiga e histórica, é uma antiga Continue lendo

Museu da Catedral no Trilhando

Museu da Catedral no Trilhando

Nessa terça-feira o Trilhando a História vai mostrar para Rondônia o histórico das Igrejas mais antigas de Porto Velho, Catedral Sagrado Coração de Jesus, Igreja Nossa Senhora de Fátima e Igreja Perpétuo Socorro. Depois finaliza no bairro Caiarí no Restaurante San Gernaro. O legal no programa dessa semana é a passagem no museu Dom João Batista Costa dentro da Catedral desconhecido por muitos no Estado.     Catedral Sagrado Coração de Jesus Sua pedra fundamental foi lançada no dia 3 de maio de 1917, quando Porto Continue lendo

Trilhando grava em maio em Guajará-Mirim

Trilhando grava em maio em Guajará-Mirim

Até o início do século XIX, “Guajará-Mirim era apenas uma indicação geográfica para designar o ponto brasileiro à povoação boliviana de Guayaramerin” (Vítor Hugo – Os Desbravadores). Naquela época, a povoação era conhecida como Esperidião Marques. Em 17 de novembro de 1903, com a assinatura do Tratado de Petrópolis com a Bolívia, o Brasil se comprometia a construir uma estrada de ferro, ligando os portos de Santo Antônio do Rio Madeira, em Porto Velho, ao de Guajará-Mirim, no Rio Mamoré, destinada ao escoamento dos produtos bolivianos. Os direitos sobre tarifas seriam recíprocos Continue lendo

Trilhando vai ao Museu Ipiranga

Trilhando vai ao Museu Ipiranga

Na segunda quinzena de maio a equipe do Trilhando a História visita o Museu Ipiranga  para gravar um programa especial sobre o Brasil. Célebre, em decorrência do famoso “grito” de independência proclamado por D. Pedro I, em 1822, a região em torno do rio Ipiranga (hoje Bairro do Ipiranga) sempre foi vista como um local que deveria retratar essa parte da história do Brasil. Muito discutida durante o século XIX, a idéia de se criar no local um monumento comemorativo veio a concretizar-se em 1882, no momento Continue lendo