Trilhando a História

A Colonização de Rondônia, terras de pioneiros

A Colonização de Rondônia, terras de pioneiros

8 minutos Colonização de Rondônia na década de 70 do século 21. IMPLANTAÇÃO DOS PRINCIPAIS PROJETOS DE COLONIZAÇÃO Com a abertura da BR-364, entre 1960 e 166, a rodovia de acesso ao então Território Federal de Rondônia, construída por iniciativa do presidente Juscelino Kubistchek, passa a influir de modo decisivo no processo de colonização regional. Ao longo de seu percurso entre Cuiabá-MT e Porto Velho-RO, passaram a se desenvolver os poucos vilarejos que haviam surgidos com os seringueiros, entre eles Vila de Rondônia (atual Continue lendo

A Praça não é do Baú

A Praça não é do Baú

4 minutos   Busto do Marechal Rondon As praças são uma forma de paisagem, seja esta bem vista pela sociedade ou não. Paisagem que com o passar do tempo foi transformada pela natureza humana, ou mesmo esquecida por ela. Assim, “Paisagem e espaço não são sinônimos. A paisagem é um conjunto de formas que, num dado momento, exprimem as heranças que representam as sucessivas relações localizadas entre homem e natureza. O espaço são essas formas que a vida anima” ( SANTOS, 1997, p. 83). Continue lendo

A Ponte Invertida da Madeira-Mamoré

A Ponte Invertida da Madeira-Mamoré

4 minutos Ponte Metálica de Jaci Paraná -1910 – Estrada de Ferro M.M. A palavra Ponte provém do Latim Pons que por sua vez descende do Etrusco Pont, que significa “estrada”. Em grego πόντος (Póntos), derive talvez da raiz Pent que significa uma ação de caminhar. Desde tempos remotos que o Homem necessita de ultrapassar obstáculos em busca de alimento ou abrigo. As primeiras pontes terão surgido de forma natural pela queda de troncos sobre os rios, processo prontamente imitado pelo Homem, surgindo então Continue lendo

PORTO VELHO, ENTRE O RIO E OS TRILHOS

PORTO VELHO, ENTRE O RIO E OS TRILHOS

3 minutos Porto Velho, já nasceu poliglota. Pessoas vindas de várias nacionalidades, aqui praticavam sua língua. Heterogênea, os trabalhadores, possuindo origens diferentes, adotavam seus modelos culturais, inclusive a religião. Multirracial, os novos operários possuíam origens diversas, eram: negros, índios, asiáticos, europeus e do continente americano. A cidade mesmo tendo parte de sua origem ligada a construção de um porto militar que daria suporte aos militares que atuavam na Guerra do Paraguai, terá realmente seu momento decisivo durante a construção da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, Continue lendo

A DECADÊNCIA DO CICLO DA BORRACHA

A DECADÊNCIA DO CICLO DA BORRACHA

4 minutos Em 1876, quando o ciclo da borracha ainda iniciava sua fase de progressiva expansão, uma medida decisiva, que no futuro próximo aniquilaria a economia do Estado, tinha sido levada a cabo: o contrabando de sementes de seringueira para a Inglaterra e, daí, para suas colônias na Ásia, onde seriam cultivadas. Tal empresa foi concebida e realizada pelo botânico inglês, Sir Henry Wickhman, que embarcou clandestinamente cerca de 70 mil sementes para a Inglaterra, onde foram cutivadas experimentalmente em estufa. Dentre essas, vingaram Continue lendo

Dia do Historiador

Dia do Historiador

1 minuto No dia 19 de agosto, data em que se comemora o Dia do Historiador, o Colégio Objetivo realizará mais uma edição do Café com História, dessa vez com o tema “Nazismo e Holocausto”. Quem participou das outras edições viu de perto o sucesso do evento com recordes de públicos. Para esta edição muitas novidades estão sendo preparadas.                           O professor Aleks Palitot explica que essa nova edição é ainda mais Continue lendo

Um Marquês para a Amazônia

Um Marquês para a Amazônia

12 minutos Marquês de Pombal – Portugal ADMINISTRAÇÃO DE POMBAL Na segunda metade do século XVIII, com a ascensão de D. José I ao trono português, ocorreram várias transformações políticas e econômicas em Portugal, que alteraram significativamente o quadro das relações coloniais. O ministro Sebastião José de Carvalho e Melo – o marquês de Pombal – influenciado pelas ideias iluministas da Europa do século XVIII, pretendia libertar Portugal da dependência com a Inglaterra, recuperando a economia nacional e modernizando as instituições política, econômica e Continue lendo

Amazônia e o Ciclo da Borracha

Amazônia e o Ciclo da Borracha

10 minutos ANTECEDENTES DO CICLO DA BORRACHA A partir da segunda metade do século XIX, dar-se-á a expansão da exploração do látex da Herbea brasiliensis, em virtude da crescente demanda externa, fazendo com que, no Amazonas, se processasse um surto de crescimento econômico. A esse movimento de crescimento econômico designou-se ciclo da borracha e teve implicações demográficas, políticas e culturais. Muito antes de os europeus conhecerem a borracha, os povos pré-colombianos do continente americano utilizavam-na de distintas formas para atender inúmeras finalidades. Entre os Continue lendo