Aleks Palitot discute greve da educação na Câmara

Calendário letivo no ensino fundamental em Porto Velho está prejudicado, alertam pais de alunos

Uma sessão ordinária da Comissão de Educação foi realizada na manhã desta segunda-feira (10), na Câmara Municipal para debater alguns projetos de leis, dentre elas as demandas da greve de educação do município. Participaram do encontro, além dos membros da Comissão, vereadores ligados ao setor, lideres sindicalistas e professores.

De acordo com o Presidente da Comissão, Professor Aleks Palitot, “durante a sessão discutimos as pautas dos grevistas e nos comprometemos em levar estas reivindicações à presidência da casa, ao líder e vice-líder do prefeito na Câmara, Mauricio Carvalho, Alan Queiroz e Edwilson Negreiros para então, em bloco, os vereadores solicitarem durante reunião com o prefeito nesta quarta-feira (11) soluções viáveis para esta greve”, afirma o Palitot.

A greve dos trabalhadores durou mais de 40 dias na capital e dentre as principais reivindicações estão a reposição salarial, defasada em 27% e o transporte escolar dos professores que trabalham na zona rural atendendo cerca de 12 mil crianças.

“O prefeito atendeu apenas uma vez a comissão do Sintero e vem se mostrando inflexível aos apelos dos professores”, explica Fernando Silva, Diretor da regional Norte do Sintero. “Precisamos saber quanto a Prefeitura tem em caixa e quanto é possível ela economizar uma vez que são gastos mensalmente o montante de R$ 7 milhões com as extensões”, alerta o diretor sindical.

Outra reclamação é referente a meta 17 e 18 do Plano Municipal de Educação que versam sobre a valorização e qualificação de educadores e professores. Segundo Palitot “atualmente há a necessidade de melhorar estes ponto uma vez que a categoria, responsável pela formação de todos as demais, não recebe apoio financeiro e por vezes quando aprovados não conseguem liberação para o curso”, ressalta o vereador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.