Aleks Palitot participa de lançamento da Agência de Desenvolvimento de Porto Velho

Estudo que traz estatísticas do IBGE, apresenta ainda mais 82 indicadores segundo técnicos da Funpar

A Prefeitura de Porto Velho promoveu na tarde desta quarta-feira (16), no auditório da Faculdade Porto FGV, o lançamento oficial da Agência de Desenvolvimento de Porto Velho. O evento realizado para cerca de 100 seletos convidados, dos quais 50% servidores do primeiro e segundo escalão do Executivo Municipal, contou com a apresentação do estudo de potencialidade da capital apresentado pela Fundação de Apoio à Universidade do Paraná (Funpar).

“Teremos agora uma grande oportunidade de mudar o país. Fico feliz em ver iniciativas como esta, embasada em estudos técnicos e com governabilidade”, afirmou o Professor Aleks Palitot.

O Estudo de viabilidade sócio econômica, que tem por objetivo apontar as potencialidades na capital em diferentes segmentos econômicos é um norteador das ações e políticas a serem implementadas em perspectivas de curto, médio e longo prazo que serão fiscalizadas pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico, segundo o prefeito Hildon Chaves.

Uma proposta costurada ainda em 2016 durante reunião entre o atual prefeito e o Presidente do Conselho, Marcelo Tomé. “Tão mais importante que concluir é começar, precisamos plantar boas sementes para colher bons frutos” declarou o presidente da Fecomércio.

“É uma mudança no paradigma na cultura do fazer público, por isso um planejamento bem elaborado, em consonância com o conselho que garantirá a governança na implementações destas ações que perpassam a gestão do Prefeito Hildon e é isso que precisamos garantir”, explica Tomé.

Segundo Marcelo a iniciativa visa que as ações públicas não sejam simplesmente projetos de governo, mas se tornem políticas de Estado para que ao longo de 20 anos possamos transformar Porto Velho na cidade que almejamos.

Para que isto venha se tornar realidade o primeiro passo foi dado, a realização do estudo da capital e de suas potencialidades produzido pela Fundação (Funpar). O segundo passo é a instalação do Conselho de Desenvolvimento Econômico, que garantirá a governança desse processo.

Mas segundo alerta o presidente do Conselho, “não cabe ao prefeito e não cabe a Agência de Desenvolvimento dar todas as respostas, pois a cidade é de todos nós e por isso o envolvimento da cidade e dos municípes nesse processo é fundamental para garantir o sucesso dessa ação”, afirma.

Para o Secretário adjunto de Planejamento do município, José Cantídio, a apresentação realizada pela Funpar é de suma importância para os gestores, pois traz dados que irão fundamentar e servir de base para respaldar o que vem sendo feito em termos de planejamento e do que já é realizado, como a revisão do Plano Diretor e a revisão do PPA.

Ele explica que o setor de estatísticas já elaborou uma anuário para estabelecimento de índices de indicadores e com apenas dois anos para terminar o mandato estamos arrumando a casa para Porto Velho 2030. O orçamento está bem travado, fechou em 2017 com R$ 1 bi 380 mil, sobrando para investimentos algo em torno de R$ 60 milhões. “Precisamos redimensionar todo esse planejamento para que possamos mudar Porto Velho”, relata Cantídio.

“Esse estudo é para ser socializado por todos. Nós não temos ninguém na prefeitura com essa expertise e por isso procuramos quem sabe, Fomos buscar na Funpar essa experiência”, afirma o prefeito sobre a contratação da consultoria.

“Porto Velho vive de ciclos econômicos com esparsos períodos de estagnação, e atualmente há uma desconexão com a realidade econômica vivida no interior do Estado que passa por um bom momento com o agronegócio”, relata Hildon Chaves.

Em sua fala durante a abertura do evento, Hildon falou ainda da legislação restritiva ao crescimento empresarial e que é necessário ‘dar as mãos’ para destravar a burocracia que emperra o desenvolvimento da capital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.