Palitot inspeciona obras do Complexo da EFMM

Tempo de leitura: 2 minutos

“Apesar de sua gravidade, epidemia não deve ser empecilho para fiscalizações necessárias nas execuções de obras em aparatos públicos”, afirma vereador

O Professor Aleks Palitot, acompanhado do Diretor de Patrimônio da Fundação Cultural de Porto Velho (Funcultural), Altair Santos e do descendente e membro da Associação de Ferroviários Lord Brown, realizou na tarde desta quarta-feira (08), uma vistoria nas obras de revitalização da Praça da Estrada Ferro Madeira Mamoré.  O vereador visitou o pátio das máquinas e as várias frentes de trabalho constatando o avanço dos serviços.

O Processo de revitalização da EFMM, segundo Palitot “é algo complexo que envolve muitos atores como o Ipham, Justiça Federal, Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual, Ferroviários, Prefeitura, Câmara Municipal, ativistas, historiadores, sociedade civil e outros entes que desejam e lutam, cada qual da sua forma e com as armas que possuem pela revitalização do nosso patrimônio, talvez o mais emblemático de nossa história”, afirma o edil.

“Nós como fiscais da população e em particular, eu como sobrinho de uma engenheira ferroviária da EFMM, descendente de pioneiros e vereador busco acompanhar sempre a evolução do processo que envolve a revitalização”, garante Palitot.

Funcultural

“Para a nossa grata surpresa e alegria, acompanhando o vereador, verificamos que a obra ganhou um ritmo acelerado, é animador o que já temos aqui. Isto traduz todo o empenho da prefeitura em conjunto com o consórcio e as empresas que atuam na obra. Almejamos que tão logo seja possível tenhamos boa parte do espaço concluído” avalizou o Diretor da Funcultural.

Questionado acerca do cronograma e prazo para entrega, Altair reconheceu que houve atraso nas datas acordadas. “Esperamos que agora com o verão tenhamos boa parte da obra concluída para entregar a comunidade, enquanto avançamos com o restante”, alegou.

“É uma obra complexa, que demanda muita providência. Tivemos muitos percalços de cunho estrutural como solo, pavimentação e até uma cheia, empecilhos normais em uma obra desta grandiosidade, mas que agora avança e a população da capital em breve será presenteada com esta magnífica obra”, assegurou o Diretor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.