HOMENAGEM: “Dia do índio é todo dia”, declara Palitot

Tempo de leitura: 2 minutos

 

“Essa homenagem é um desconto na dívida impagável que nossa sociedade possui com estas populações”, declarou o vereador Professar Aleks Palitot, na tarde desta segunda-feira (29), em seu discurso durante a moção de aplauso, de sua autoria, realizada na Câmara de Municipal em homenagem ao Dia do Índio.

Segundo o vereador, como professor busca ensinar em sala de aula aos seus alunos o impacto sofrido a partir da ocupação de Rondônia pelo colonizador que se dá não apenas de forma simbólica pela substituição da cultura e da identidade desse povo, mas também da ocupação de sua terra.

Para ele, devemos abandonar esta perspectiva de que índio verdadeiro usa cocar, uma vez que o alemão aqui chegando não deixa de ser alemão, ele traz o seu patriotismo e sua identidade consigo onde vai.

Reconhecimento

O Procurador Federal Reginaldo Trindade ressaltou que “em mais de meio milênio de genocídio nesta continental terra, provavelmente, ao menos em épocas democráticas, jamais nossos parentes estiveram em situação tão desalentadora”.

“Em meio a tanta desesperança, de louvar, e muito, a atitude desta Casa de Leis em homenagear três lideranças indígenas. Considero-me apenas um homem entre gigantes. Que a força e a fé de Almir Suruí, Adriano Karipuna e Val Karitiana continue a nos inspirar para sempre”, concluiu.

Rubem Suruí, sobrinho de Almir Suruí e seu representante, agradeceu a homenagem ao ressaltar que seu tio está fora do Estado em tratamento de saúde, motivo pelo qual não pode comparecer. “Esse reconhecimento é importante. Saber que há pessoas como Aleks Palitot que conhecem que nós, povos indígenas, temos um papel para contribuir com o crescimento de nosso país. É importante quando todos os povos são reconhecidos, seu trabalho, sua história e contribuição”.

Adriano Karipuna também agradeceu a homenagem e falou da importância da abertura da casa de Leis para a nação indígena. “Somos indígenas, mas não somos contra o desenvolvimento do Estado e do País, desde que o governo respeite a nossa cultura, respeite os nossos direitos”, ressaltou Val Karitiana.

Para o vereador é importante “a cada ano direcionarmos às lideranças indígenas que não apenas no dia de hoje elas devem ser homenageadas, mas em outros momentos oportunos para que assim sejam merecedores de uma lembrança marcante de que o povo branco respeita sim o povo indígena”, afirma Palitot.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.