ORDEM DEMOLAY: Câmara homenageia 30 anos do Capítulo Jorge Teixeira

O Capítulo Jorge Teixeira foi o primeiro a ser fundado no Estado e responsável pela expansão da Ordem em toda Rondônia

Indicação dos vereadores Professor Aleks Palitot e Jacaré, a Moção de Aplauso de nº 20/CMPV/2017 homenageou na segunda-feira (21), os 30 anos de fundação e instalação do Capitulo Jorge Teixeira Nº 56 da Ordem Demolay para o Brasil, comemorados no dia 31 de março de 2017. Autoridades Demolays e Maçônicas se fizeram presentes ao evento.

“Muito do que sou e os valores morais que carrego devo a esta Ordem que acolhe a todos independente de religião, classe ou cor buscando sempre agregar. É uma instituição que cuida dos jovens semeando virtudes dentre elas o patriotismo, tão necessário nos dias de hoje”, explica Palitot.

“Ensinam-nos em sala capitular que um jovem útil a sociedade não precisa ser um Demolay, mas um Demolay precisa necessariamente ser um jovem útil a sociedade”, completou o vereador durante seu discurso. O vereador jacaré em sua fala discorreu sobre a satisfação de propor a moção a uma instituição com prestigio e responsável pelo direcionamento de jovens úteis a sociedade.

O Grão-Mestre da GLOMARON Aldino Brasil Souza lembrou que todos os maçons são pedreiros. “Na idade média começamos construindo templos e igrejas e hoje trabalhamos para construir nosso santuário interior. O trabalho da maçonaria é transformar o homem e ao ajudar o próximo faz bem a si mesmo, razão pela qual a maçonaria é confundida por vezes com uma instituição filantrópica”.

Segundo o Grão-Mestre, dentro desta vontade de transformar o homem, Frank Sherman Land percebeu que poderia iniciar esse trabalho mais cedo, criando a Ordem Demolay, uma entidade paramaçônica juvenil. “O movimento foi iniciado há 98 anos no Estados Unidos”, conta Carlos Alberto Marques Ribeiro, Presidente do Conselho Consultivo.

“Chegou ao Brasil em 1980. Em 85 foi Criado o Supremo Conselho da Ordem Demolay para o Brasil”, da qual faz parte e em Rondônia o movimento foi apresentado no ano de 1987, na cidade de Jaru e logo se viu a importância desse trabalho”, relata o maçom.

“Nem todos que iniciam na Ordem se tornam maçons, mas todos os maçons que foram Demolays são diferenciados”, conclui Aldino. “

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.